11 Janeiro, 2018

Regulamento da Escola de Ténis

1) A Escola de Ténis funciona durante doze meses, encontrando-se encerrada aos Domingos e restantes Feriados Nacionais e Municipal de Évora.

2) Cada aluno apenas poderá frequentar a Escola de Ténis se for sócio do Clube de Ténis de Évora. Os menores têm um período de carência de 3 meses para se tornarem sócios. A jóia de sócio tem o valor de 25,00€ e as quotas o valor de 3,75€/trimestre para menores e 7,50€ para maiores.

A taxa de inscrição na Escola de Ténis é anual, no valor de 25,00€ para menores e de 30,00€ para maiores e inclui a licença desportiva da FPT e o seguro desportivo obrigatório, considerando-se o ano desportivo de 1 de Setembro a 31 de Julho.

3) As mensalidades deverão ser pagas até ao dia 8 de cada mês. Além deste período existe um agravamento de 10%.

4) As aulas da Escola de Ténis e Particulares têm a duração de 50 minutos. As aulas do Centro de Treino têm a duração de 1h20m e de 1h50m respectivamente. É o responsável técnico da Escola de Ténis do CTE que indica qual o nível adequado e respectiva integração para cada aluno que a frequente.

5) Caso não se verifique o pagamento da mensalidade dentro do prazo previsto, o aluno poderá ser impedido de frequentar os treinos até a sua situação estar regularizada, ficando o seu lugar no grupo em risco de ser ocupado por outro aluno que se encontre em lista de espera.

6) O aluno considera-se inscrito na Escola a partir do momento em que fizer a marcação do seu horário semanal. Esta inscrição só será cancelada, através de indicação na Secretaria do Clube, por escrito, 15 dias antes do término do mês. Se não o fizer, terá de pagar a totalidade da mensalidade do mês que desistiu fora do prazo acima referido.

7) Em caso de falta, mesmo avisando, o aluno perde o direito à aula, não sendo esta sujeita a compensação.

8) Quando os campos de ténis não estiverem em boas condições para a prática, não oferecendo condições de segurança devido à chuva, as aulas serão anuladas. Os alunos da Competição não terão compensação de aulas de ténis, pois estas serão transferidas para o ginásio para fazerem trabalho físico. Todos os outros níveis da Escola que percam aulas por chuva, terão a respectiva compensação, sujeita à disponibilidade do treinador, combinadas entre este e os alunos penalizados. Todavia, também poderão ser efectuadas aulas teóricas na sala de audiovisuais, ou de preparação física no ginásio, para compensação da aula de ténis.

9) As informações a prestar respeitantes ao funcionamento da Escola são da responsabilidade do responsável Técnico da Escola, Prof. Tiago Bastos, e da Direção do Clube.

10) Quando um aluno registar faltas sucessivas, deverá comunicar ao seu professor/monitor, os motivos dessa ausência, e se pretende ou não continuar a sua frequência, de forma a permitir a frequência a outro aluno.

12) Quando os professores/monitores, por motivos de força maior, não puderem comparecer a determinada aula, deverão avisar com a antecipação que for possível essa ausência, sendo a aula compensada noutra data a combinar.

13) Todos os alunos menores podem usufruir gratuitamente dos campos de ténis, nos meses em que frequentam a Escola de Ténis, desde que os mesmos estejam disponíveis, devendo para tal, dirigir-se sempre à Secretaria.